Inaugurada a Casa da Cultura Silvio Bertolini no Casco de Ouro

14/05/2014 12:00:20


A Prefeitura da Estância Hidromineral de Serra Negra, com o apoio da Secretaria da Educação e Cultura  e do diretor de Cultura, por intermédio do deputado Edmir Chedid (DEM), inaugurou nesta terça-feira, 13/05, às 19h, a Casa da Cultura de Serra Negra Silvio Bertolini, localizada na Av. Juca Preto, 2.200, Casco de Ouro. 

Silvio Bertolini nasceu em 1931, em Serra Negra, foi casado com Elza Marques Bertolini, teve seis filhos, netos e bisnetos. Cantor, compositor e trompetista, gravou dois CDs com 30 músicas e letras de sua autoria: Silvio em Moldura e Tributo a Campinas. Como músico brilhou em várias orquestras em Campinas e região, como a do Julinho, a Itamarati, a City Swing de Jundiaí, entre outras. Tocou também na Orquestra Sinfônica de Campinas, na Banda Carlos Gomes. Como escritor, lançou o livro “O soldador de penico – a história de um menino sonhador que se tornou empresário e músico”, onde narra as memórias de sua vida.

A Casa da Cultura Silvio Bertolini conta com cinco salas culturais:

-Sala 01 – Biblioteca “Alcebíabes Felix”;

- Sala 02 - Pinacoteca Municipal (reserva técnica) “Marcelo Piccinini”;

- Sala 03 – Museu Principal “Dr. Sebastião Pinto da Cunha”;

- Sala 04 – Cinema Municipal “Leonel Antunes” e Posto MIS de Serra Negra;

- Sala 05 – Videoteca Municipal som e imagem “Alayde Carpeatrani”.

O diretor de Cultura,  disse que “procurou fazer da Casa um lugar onde pudesse ter um aconchego, singela, um lugar que nos remeta a nossa memória cultural, a Casa de todos, uma Casa da nossa memória”.  

 

Estiveram presentes os familiares do homenageado, a esposa Elza Marques Bertolini e os filhos Eduardo, Solange, Cristina e Adriana, bem como parentes e amigos.

 

Alcebíabes Felix, homenageado pelo renome da sala da Biblioteca,  mostrou-se contente e emocionado ao lembrar de Silvio Bertolini, “um grande amigo, o homem mais pontual que eu conheci na minha vida, pra eu receber uma homenagem desta é uma eterna honra”. Também o homenageado pelo renome da sala do Museu Principal, Dr. Sebastião Pinto da Cunha, declarou: “Nós devolvemos a história da grandeza de nossos objetos, aqui ninguém era de Serra Negra, todas as nossas famílias vieram de fora, porque os objetos também falam, falam pelas nossas almas e olhar pra eles matamos a saudades”, emocionado professou.

No discurso do Prefeito da Estância Hidromineral de Serra Negra, ressaltou: “Estamos prestigiando a cultura que é a base de um povo. Um povo sem cultura é um povo sem identidade, por isso, ao falar de Silvio Bertolini lembro-me dele com o seu trompete encantando a todos com a sua melodia, principalmente pelo hino que fez para Serra Negra, registrando a identidade da cidade, e também, homenageio a todos que estão deixando os seus nomes aqui gravados”.

 No decorrer da solenidade teve a apresentação da Orquestra de Viola Cantos da Serra e foi proferida a palestra em defesa da Cultura Caipira “O Vampiro Americano X O Caipira Brasileiro, que denuncia à invasão da cultura americana em nosso país e como isso afeta as novas gerações e rouba o espaço da cultura brasileira, com o escritor Evan Antunes, autor do livro “De caipira a universitário”, que também realizou a noite de autógrafos.

 

Veja abaixo outras programações que a Casa da Cultura Silvio Bertolini apresenta:

De 13 a 16 de Maio:

- Das 8h30min. às 10h e das 13h30min. às 15h – Visita monitorada com entrevistas da história oral de Serra Negra com o contador de Causo Nestor Leme.

Dia 15 de Maio:

19h30min. - Sessão de cinema com o filme Aparências (2006)- Museu da Imagem e do Som.

21h – Bate Papo com a Diretora Liz Marins (Cineasta, atriz, escritora, criadora e intérprete da personagem Liz Vamp, uma Vampira Brasileira).

Voltar

Fotos

LOCALIZAÇÃO
Praça John Kennedy, S/N - Centro
Palácio das Águas - CEP: 13930-000
Serra Negra, SP - (19) 3892-9600
Horário de Atendimento ao Público: as 13:00 as 18:00
CANAIS OFICIAIS
           
Logo Desenvolvido por Frequência