Campanha contra a Leishmaniose

02/08/2017 10:19:43

A Leishmaniose Visceral é uma doença infecciosa grave, causada por protozoários do gênero Leishmania. É transmitida ao homem e a outros animais através da picada de vetores (insetos do gênero Lutzomyia, conhecidos popularmente como mosquito palha) infectados com a Leishmania. São insetos muito pequenos, com em média 3mm de comprimento, que se desenvolvem em matéria orgânica e umidade depositadas no solo e podem ser encontrados na zona rural e nos centros urbanos, no peridomicílio e intradomicílio, jardins, galinheiros, chiqueiros, canis e abrigos de animais domésticos.

Na área urbana e rural, o cão é o principal reservatório da doença e principal fonte de infecção, tanto para outros cães quanto para o homem quando há presença do mosquito, tornando-se um grande problema para a saúde pública.

Em Serra Negra não há ocorrência de casos humanos ou caninos da doença e também não há confirmação da presença do vetor, porém as ações de Vigilância para o controle da Leishmaniose devem ser incluídas nestes municípios chamados silenciosos, o que visa evitar ou minimizar os problemas referentes à doença em áreas sem transmissão. 

Sendo assim, o objetivo da Semana da Leishmaniose é difundir a informação e comunicação em saúde para a população, na perspectiva de reduzir os riscos de transmissão da doença nos seres humanos e animais, melhorar a consciência sobre a doença e percepção para o diagnóstico precoce e tratamento adequado.

Sintomas clássicos de leishmaniose em humanos: febre prolongada, fraqueza, emagrecimento progressivo, aumento do fígado e baço.

Sintomas clássicos de leishmaniose em cães: emagrecimento progressivo, vômitos, fraqueza, feridas na pele, focinho e orelhas, queda de pêlos, crescimento anormal das unhas e aumento do baço e fígado.

Sendo assim, para controle da transmissão da doença podemos tomar algumas medidas preventivas em relação ao controle do mosquito: podar as árvores do quintal e jardim de modo a permitir a entrada do sol; recolher os galhos cortados e dar destino adequado; varrer diariamente o quintal para retirar as folhas, folhagens, frutos apodrecidos e fezes de animais e recolher, ensacar e colocar na coleta de lixo; manter os quintais, jardins, terrenos, estábulos e galinheiros limpos e livres de folhas, frutos e fezes; usar repelentes; usar telas em canis individuais, coletivos e de residências; cuidar da saúde e higiene dos animais, colocando coleira repelente de insetos; colocar telas finas nas portas e janelas do domicílio e não permitir que o seu cão fique solto nas ruas.

O Sistema Único de Saúde (SUS) oferece tratamento específico e gratuito para a leishmaniose em unidades de saúde de todo o país. Ao notar qualquer um dos sintomas citados, procure a Unidade de Saúde mais próxima. Quanto antes o tratamento for iniciado, maior a possibilidade de recuperação e cura.

 

Voltar

Fotos

LOCALIZAÇÃO
Praça John Kennedy, S/N - Centro
Palácio das Águas - CEP: 13930-000
Serra Negra, SP - (19) 3892-9600
Horário de Atendimento ao Público: as 13:00 as 18:00
CANAIS OFICIAIS
           
Logo Desenvolvido por Frequência