Crise política e econômica do país afeta o município e faz prefeito tomar medidas para redução de custos

19/10/2015 11:38:43

 

 A Prefeitura Municipal de Serra Negra desde maio vem sentindo a crise por conta da política econômica que assola o país e, desde então, o secretário de governo vem realizando reuniões semanais com todos os secretários para tomadas de medidas por meio de decreto e redução de despesas dentro dos órgãos públicos municipais, como a economia de energia elétrica, a redução de consumo na gasolina, corte nas horas extras de funcionários, o desligar de equipamentos e manter apagadas todas as luzes no horário de almoço,  manter apagadas as luzes de corredores e banheiros durante o dia em horário de expediente, onde se faz necessário utilizar da luz solar, bem como economizar no material de papelaria de escritório como canetas, colas, lápis, folhas, etc, e tem ainda dada a liberação de funcionários com férias acumuladas. 

 

Contudo, os serviços essenciais segundo determinação do Prefeito estão sendo mantidos, como determinou o Chefe do Executivo para não faltar merenda nas escolas municipais e remédios essenciais nos postos de saúde.  O Prefeito ainda informa que a folha de pagamento dos funcionários será mantida até dezembro, mas existe a possibilidade de haver atrasos a fornecedores nos últimos meses do ano. Segundo o Chefe de Governo, "nós devemos agir como um pai que paga a conta em nossa casa, usar da criatividade para não paralisar o serviço".

 

Já o secretário de saúde, Ricardo Minosso, informa que existe atraso de repasses do Governo Estadual para a saúde do município, ou seja, uma parcela da Atenção Básica e duas parcelas do Programa Qualis Mais, na soma são cerca de R$ 92mil de repasses atrasados.

 

Segundo o secretário de Planejamento, Alexandre Malagodi, o resultado da queda de arrecadação, especialmente do ISSQN, ICMS, IPVA e Fundo de Participação dos Municípios - FPM, fez com que a receita prevista no Orçamento deste ano não fosse atingida. “Esperávamos um aumento entre 12% e 14%, em relação ao ano passado, mas neste ano não haverá crescimento nenhum. Teremos arrecadação semelhante ao do ano passado, algo em torno entre R$72 milhões e R$75milhões”, disse.

 

Após 6 anos e 10 meses a tarifa pública do transporte coletivo teve que sofrer aumento diante da crise. O decreto de n. 4.433 foi assinado no dia 06 de outubro, pelo Prefeito Municipal. A passagem que custava R$ 2,20 desde 23 de novembro de 2009 passará ao valor de R$ 3,00 a partir de zero hora do dia 19 de outubro de 2015.


Além da redução de despesas, o executivo deve buscar acréscimos nas receitas com um Programa de Pagamento Incentivado de débitos – PPI, em que os contribuintes com débitos em atraso têm desconto de 100% nos juros e multas. O programa já está em vigor e vai até o dia 06 de novembro para regularizar a dívida (www.serranegra.sp.gov.br/secretariamunicipaldafazenda/informacoes).

Voltar

Fotos

LOCALIZAÇÃO
Praça John Kennedy, S/N - Centro
Palácio das Águas - CEP: 13930-000
Serra Negra, SP - (19) 3892-9600
Horário de Atendimento ao Público: as 13:00 as 18:00
CANAIS OFICIAIS
           
Logo Desenvolvido por Frequência