Open/Close Menu

Informações para Contato

Praça John Kennedy, S/N - Centro
Palácio das Águas - CEP: 13930-000

Telefone
Horário de Atendimento ao Público

8h às 17h

O prefeito da Estância de Serra Negra disse que o município seguirá, a partir de sábado, 4 de abril, as mesmas medidas impostas pelo governo estadual no Decreto nº 64.879, de 20/3/2020, que reconhece o estado de calamidade pública, decorrente da pandemia do covid-19, e vale até 7 de abril, próxima terça-feira.
Um dia antes do Decreto Estadual, o prefeito havia assinado o Decreto Municipal nº 5.029, com validade até 3 de abril, suspendendo o atendimento ao público nos estabelecimentos comerciais e de serviços, salvo algumas exceções para serviços essenciais. “Entendemos que o estado tem proposto medidas suficientes nesse momento com o objetivo de conseguir o isolamento social para conter a propagação do coronavírus. Se detectarmos que há necessidade de aumentar ou flexibilizar a restrição em algum ponto poderemos tomar outras medidas, seguindo as orientações e informações do comitê de prevenção da Prefeitura, que tem atuado diuturnamente para que tomemos as melhores medidas para a coletividade”, disse o prefeito que, por ser idoso e estar no grupo de risco, tem seguido as orientações propostas pelas autoridades de saúde e trabalhado em modo home office. Ele aproveitou para agradecer à sociedade pelo apoio nas medidas.
“Devemos o baixo número de notificações de covid-19 à grande parte da população, que tem ficado em casa de quarentena e aos comerciantes e hoteleiros, que são parte crucial da nossa economia. Isso vai passar, acreditamos que é momentâneo e precisamos da colaboração de todos”, acrescentou o chefe do Executivo, que confirmou outras medidas para o enfrentamento do novo coronavírus, como o funcionamento da Unidade de Saúde da Família Dr. Francisco Vicente Braga exclusivamente para pacientes de covid-19.
“Estamos montando lá no Alto das Palmeiras um ambulatório específico, que vai funcionar 24h. Esperamos que não precise usar, mas serão disponibilizados 21 leitos, podendo chegar a 30 leitos se necessário”, finalizou.

COMPARTILHE: