Open/Close Menu

Informações para Contato

Praça John Kennedy, S/N - Centro
Palácio das Águas - CEP: 13930-000

Telefone
Horário de Atendimento ao Público

8h às 17h

A Vigilância em Saúde Ambiental do município de Serra Negra, seguindo as orientações do Ministério da Saúde e da Superintendência de Controle de Endemias (Sucen), realizou no mês de janeiro, a Avaliação de Densidade Larvária (ADL), que mede o índice de infestação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Zika, Febre Amarela e Febre Chikungunya.
De acordo com os resultados encontrados, o município encontra-se em estado de alerta para infestação do mosquito. Segundo a Vigilância Sanitária, foram visitados 1.151 imóveis, sendo que 743 foram trabalhados e 408 estavam fechados. “Nos imóveis trabalhados, foram encontradas 41 amostras de larvas, das quais 30 foram positivas para o Aedes aegypti”, diz o órgão.
As larvas do mosquito Aedes aegypti podem ser encontradas em todo e qualquer recipiente que acumule água. Considerando a última avaliação feita na cidade, os locais que mais positivaram para o mosquito foram:
  1. Latas de tintas, baldes, regadores e plásticos utilizáveis;
  2. Vasos de plantas com água;
  3. Água para consumo animal, principalmente de cães e gatos;
  4. Encerado para cobrir areia de construção e outros materiais;
  5. Pneus
População deve ajudar para não aumentar índices
O Poder Público conta com a ajuda da população para evitar a proliferação do mosquito.
É preciso que cada cidadão verifique em suas casas os recipientes citados acima e qualquer outro que acumule água e possa servir de meio de reprodução do mosquito. Sem a cooperação de todos, não é possível evitar as doenças transmissíveis por ele.
Outro pedido é a que as pessoas intensifiquem o uso de repelente no período de maior transmissibilidade, que é nos meses de dezembro a abril.
GALERIA DE FOTOS:
COMPARTILHE: